23 de abr de 2010

Luis Inácio & Marcelo Cândido

Luis Inácio da Silva nasceu em Garanhuns, interior de Pernambuco, em 1945. É o sétimo de oito filhos. Aos sete anos de idade, veio com a mãe e os irmãos para o Guarujá/SP numa viagem de 13 dias num “pau de arara”. Fixaram residência num cômodo atrás de um bar na Vila Carioca na cidade de São Paulo.

Foi alfabetizado no grupo escolar Marcílio Dias, começou a trabalhar aos 12 anos em uma tinturaria, foi engraxate e office-boy. Formou-se torneiro mecânico no SENAI e trabalhou na metalúrgica Aliança.

Em São Bernardo do Campo filiou-se ao Sindicato dos Metalúrgicos em 1968, foi eleito diretor sindical, eleito presidente em 1975 e reeleito em 1978, foi importante liderança política na restauração da prática de greves.

Na luta pela redemocratização do país, junto a outros sindicalistas, intelectuais, católicos da teologia milita ntes da libertação e artist as, fundaram um partido para representar os interesses da classe trabalhadora, o PT. Foi preso pelo DOPS. Foi Deputado Federal constituinte e chegou à Presidência da República.

Descendente de três gerações de generais, Fernando Henrique Cardoso nasceu no Rio de Janeiro em 1931. Sociólogo, lecionou na USP onde assumiu a cátedra de ciência política. Lecionou no Chile, na França, Inglaterra e nos Estados Unidos.

Foi pesquisador e diretor do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), militou no antigo Movimento Democrático Nacional (MDB) estimulando a aproximação ao Partido Democrata norte-americano. Seu trânsito junto aos militares e à maçonaria, facilitou o diálogo com setores conservadores na transição da ditadura para redemocratização.

No Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), foi senador líder do governo José Sarney, ministro do governo Itamar Franco. Foi presidente da república por dois mandatos.
FHC é um intelectual vaidoso. Lula é uma das maiores lideranças políticas do mundo na atualidade. Serra e Aécio Neves fogem do príncipe da sociologia, a âncora eleitoral.

Por melhorar a vida de milhões de brasileiros/as, o governo Lula conquista índices de aprovação jamais vistos, a aprovação pessoal do presidente é simplesmente impressionante. Com o apoio integral de Lula, Dilma Roussef será a primeira mulher presidente do Brasil. Essa situação deve incomodar muito as elites conservadoras desse país.
Aqui em Suzano o raciocínio é bem parecido. Filho de uma família simples lá do Jardim Revista, um jovem negro implementou políticas públicas e mudou para melhor a vida dos/as suzanenses.

A primeira gestão de Marcelo Candido realizou mais que seu antecessor que administrou a cidade várias vezes influencia seus destinos desde que se elegeu vereador em 1973. Nas eleições de 2008, Marcelo Candido derrotou esse ícone da direita reacionária e conservadora de Suzano e continua governando para uma cidade inteira.

São dois projetos antagônicos que polarizam a política local e permitem comparações na região. Isso deve incomodar muito as elites conservadoras desta cidade a ponto de seus representantes na câmara municipal tentaram incansavelmente desestabilizar um governo aprovado pelo povo.
Ivan Rubens Dario Jr.

Nenhum comentário: