28 de abr de 2012

Visul: fim da linha


Informações importantes vindas da cidade de Suzano-SP, dão conta sobre uma importante ação para solucionar o transporte público na cidade. O artigo publicado no "Blog do Luis CLaudio" nos dá um bom resumo sobre os problemas técnicos e políticos que foram enfrentados. 

É o fim de uma etapa de irregularidades que foi sustentada por parte da Câmara Municipal e pelo deputado que mente para o povo, Estevam Galvão de Oliveira.

Veja a matéria na integra abaixo ou no BLOG do Luis Claudio.

Decreto publicado hoje extingue contrato com a VISUL.
  
O prefeito Marcelo Candido publicou nesta sexta-feira (27/04) o Decreto nº 8.266/12 que “Decreta a extinção do contrato de concessão de serviços públicos”. O Decreto faz valer a decisão da Justiça, a pedido do Ministério Público, declarando nulo o edital de licitação 07/2004 e o contrato firmado entre a Prefeitura de Suzano e a Visul para prestar serviços de transporte coletivo em nossa cidade.

Não podemos nos esquecer que o contrato com a Visul foi assinado no dia 27 de dezembro de 2004, pelo então prefeito Estevam Galvão de Oliveira, quatro dias antes do prefeito Marcelo Candido tomar posse na prefeitura de Suzano. Aliás, o contrato com a Visul foi objeto de questionamento no período de transição de governo, foi solicitado ao Sr. Estevam que suspendesse a contratação da citada empresa para que fosse revisto o sistema de transporte no município, desde sempre deficitário.

Cabe questionar o porquê da manutenção de um contrato que já naquela época se mostrava fraudulento, como afirmam o Ministério Público e a Justiça. Até hoje não se esclareceu a relação do Sr. Estevam com a citada empresa de ônibus. A mesma empresa que desde 1962, ou seja, há 50 anos, presta serviços de transporte em nossa cidade. 

Assim, após 50 anos o povo de nossa cidade poderá finalmente se libertar de um péssimo serviço prestado aos usuários do transporte coletivo de Suzano. Várias foram as tentativas durante o Governo Marcelo Candido de reorganizar o sistema de transporte de nossa cidade. Conseguimos regularizar o transporte alternativo, instituir a integração tarifária e manter até hoje a menor tarifa da região. Poderíamos ter avançado mais não fosse a ação da oposição raivosa que não se preocupa em melhorar a cidade, preocupa-se apenas com os resultados eleitorais de suas ações.

Lembremos o Projeto de Lei do SIM (Sistema Integrado Municipal), apresentado em 2006 pelo prefeito Marcelo Candido e rejeitado pelos vereadores de oposição. O SIM tinha como elemento fundamental a reorganização do transporte público em Suzano e, portanto, garantir um transporte de qualidade aos usuários do sistema. Além disso, promover a integração com o trem e o metrô e, sobretudo, exigir da empresa de transporte a melhoria da qualidade no serviço. Ora, se o projeto era bom para a cidade porque foi rejeitado pela oposição? Será que as relações entre os vereadores de oposição, o Sr. Estevam e a Visul é a mesma? Qual o interesse dos vereadores de oposição em manter um contrato tendencioso, fraudulento e que prejudica a maioria da população?

O que podemos perceber é a estreita relação daqueles que votaram contra o Projeto SIM, a Visul e o Sr. Estevam, todos farinha do mesmo saco, que na história de nossa cidade sempre trataram Suzano como quintal de sua casa. Foram quase 30 anos de desmandos, da prática do favorzinho e de um visível enriquecimento no período em que estiveram no comando da Prefeitura.

Não bastasse toda esta história, hoje os mesmos que votaram contra o Projeto SIM se apresentam como salvadores da pátria. Vereadores como Israel Lacerda e Rafael Garcia que votaram contra o Projeto SIM, sempre vinculados à cozinha do Sr. Estevam, nunca defenderam os interesses da cidade e agora apresentam projetos milagrosos para resolver os problemas que foram criados por eles. Estes senhores criam dificuldades para vender facilidades. Esse é o projeto político que eles querem para Suzano: atrapalhar a cidade e atender aos seus interesses de grupo. 

Mas o tempo passou, a cidade mudou. Talvez eles ainda não tenham percebido mas Suzano mudou, mudou muito! E para melhor. 

A mudança não vai parar! A possibilidade que se abre com o fim do contrato com a Visul, reforça o sentimento popular nas ruas de nossa cidade: as práticas do favorzinho, do favorecimento pessoal, da força do poder econômico, representadas pelo passado, estão no caminho da extinção. O Governo Marcelo Candido mostra mais uma vez ousadia, coragem e a determinação de fazer um governo para todos e todas.

Nenhum comentário: