5 de mar de 2012

Momentos de formação política VI.

Organização urbana da praça dos expedicionários - Suzano-SP
Em tempos de grandes transformações sociais, aceleradas pela mudança dos processos de produção e os avanços tecnológicos, aliados ao aumento vertiginoso de nossa capacidade de comunicação por todo o planeta, torna-se necessário aprofundarmos nossa capacidade de interferir de modo mais consequente nas realidades que vivemos.

Conhecer nosso espaço, nosso lugar, nosso bairro, nossa cidade e as pessoas que estão próximas a nós é estratégico no mundo moderno. É necessário retomar os tempos de nossas comunidades mais simples, onde todos e todas se conheciam pelo nome e interagiam em seus valores e interesses.

Não quero dizer com isso que devemos voltar aos tempos anteriores, até porque isto é impossível, mas que possamos resgatar alguns valores fundamentais que foram a base para nossa evolução até aqui, e questionar, o modo, como estamos priorizando o uso de nosso tempo, de nosso conhecimento e de nossa capacidade de articulação nos espaços escolares, de fábrica, de atividades políticas, na produção cultural e outros mais, de modo que possamos viver, a partir de todo nosso desenvolvimento científico, cultural, social e filosófico, de modo mais humanizado e capaz de criar e fortalecer comunidades justas solidárias e sustentáveis.

Em tempo de ano eleitoral, onde iremos definir quem serão os responsáveis para conduzir e governar nossos municípios, é uma oportunidade para todos, que possamos nos organizar melhor e criar as condições para um debate e uma troca de experiências que venha a acumular energias, entendimentos e espírito de luta a serviço do direito das pessoas, da inclusão social, da autonomia dos povos, do respeito as diferentes culturas, da geração de trabalho humanizado e consumo consciente.

Por conta disto, desafio você que leu este texto até aqui, a ganhar mais vinte e um minutos, para assistir ao vídeo abaixo, desenvolvido por um grupo de ativistas estadunidensses que colabora bastante com nossa reflexão e entendimentos sobre o funcionamento das coisas, e de modo pedagógico, nos impulsiona a construir alternativas para um outro mundo possível.


 

Nenhum comentário: