30 de mai de 2011

I Encontro de Blogueiros e Redes Sociais do Alto Tietê ocorre neste final de semana

Está com inscrições abertas o I Encontro de Blogueiros e Redes Sociais do Alto Tietê. O encontro que ocorrerá em 04 de junho, no Centro Cultural Taiguara, em Poá, tem a proposta de promover a discussão sobre a internet e o papel dos blogs na tarefa de democratizar a comunicação.

O Centro Cultural Taiguara, fica localizado na Alameda Pedro Kalil, 50, Poá. O evento conta com apoio da Secretaria de Cultura de Poá.
Entre os nomes confirmados estão o jornalista Paulo Henrique Amorim (Rede Record de Televisão), Leonardo Sakamoto (presidente da ONG Repórter Brasil), Eduardo Guimarães (presidente do Movimento dos Sem-Mídia, editor do Blog da Cidadania), Ale Rocha (Yahoo Brasil) e Ana Maria Magni Coelho (SEBRAE-SP).

Estão confirmados também para o encontro, o Deputado Federal Ivan Valente (Participante ativo na criação da Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e o Direito à Comunicação com Participação Popular, da Câmara dos Deputados) e o jornalista Cesar de Oliveira (especialista em comunicação digital e mídias sociais).

Os blogs e as redes sociais representam hoje uma forma de contraponto e complemento às informações diárias. Dentro desse contexto, nasce o I Encontro de Blogueiros e Redes Sociais do Alto Tietê, com a proposta de promover a discussão sobre a internet na região do AT, no estado e no país e o papel dos blogs na tarefa de democratizar a comunicação. Os objetivos da blogosfera e seu potencial de ampliação estarão em pauta durante o evento.
Organizado pela sociedade cívil, composta de blogueiros e usuários das redes sociais e internautas, o encontro foi pensado a partir da necessidade de se reunir a blogosfera da região do Alto Tietê em torno de um projeto de ampliação da sua abrangência.

Pessoais, corporativos, organizacionais, de gênero, jornalísticos. Atualmente, a blogsfera que conquistou seu espaço, vem ampliando a democracia e consolidando-se como espaço legítimo disseminação da informação.

O evento é aberto a blogueiros, tuiteiros, usuários de redes sociais da internet e internautas em geral, interessados no debate sobre a democratização da comunicação.
A Comissão Organizadora do encontro está aberta às sugestões – que devem ser enviadas para blogueirosat@gmail.com. Mais informações podem ser obtidas no blog do encontro, www.blogsdoaltotiete.blogspot.com. A organização divulga também o endereço do twitter: @Blogueirosat.


Serviço
I Encontro de Blogueiros do Alto Tietê 
http://www.blogsdoaltotiete.blogspot.com/
Data: 04 de Junho de 2011 - Sábado
Local: Centro Cultural Taiguara 
Endereço: Alameda Pedro Kalil, 50, Poá / SP
Inscrições e informações: www.blogsdoaltotiete.blogspot.com



Comissão de Organizadora do encontro:
Adilson Santos, Fotógrafo, blogueiro
Everton Galvão, Designer, facebooker
Jair Pedrosa, Gestor de redes sociais, blogueiro
Leandro de Jesus, Jornalista, blogueiro
Leonardo Ferreira, Jornalista, twitteiro
Marcos Dornel, Pastor, Assessor de Gabinete, blogueiro
Saulo Souza, Supervisor de empresa pública, blogueiro


Leonardo Ferreira
8649-7007 / 4749-7337 / 3419-7041

29 de mai de 2011

Salve Natalia Ramos e os proletários do jornalismo e da industria da comunicação.

Todos nós partícipes do processo de construção e reconstrução política, econômica e cultural de nosso lugar com nossa força de trabalho, com nossa presença, atitudes, ações e reações somos proletários.

Proletário, no sentido original do termo designa aquele e aquela que possui, em suas relações, apenas a sí e sua prole. Nas relações mais complexas da sociedade atual, muito além das relações de produção, não é errado afirmar que nossa prole, elementos humanos de nossas relações, é composta não só por nossos familiares, ascendentes e descendentes, mas também por nossos amigos, colegas e pessoas que fazem, fizeram ou fazerão parte de nossas vidas.

Os lugares privilegiados onde aprofundamos e estabelecemos nossas relações são desenhados em nossa existência individual com a marca forte dos grupos humanos a que pertencemos.

Por outro lado, a noção de autonomia e liberdade é intrínsica à nossa natureza humana. Nossa felicidade ou infelicidade, alegria ou tristeza, realização ou frustração, vida ou morte etc... passa por uma real sensação de conquista e vivência de autonomia e liberdade. Perseguir tal autonomia é a sina de homens e mulheres, que na longa estrada da vida, constroem sua identidade.

Essa capacidade, em estabelecer nossa identidade, anseio estabelecido desde antes do oráculo de Delphos, é elemento determinante e, ao mesmo tempo, propriedade de nossa natureza humana. A luta que travamos para conquistar uma vida plena, que passa pelo fazer diário, propõe a necessidade de exercitar a cada momento "o conheça te a ti", e ao mesmo tempo nos possibilita exercitar o diálogo diário que travamos com o grupo humano ao qual pertencemos.

Estabelecer uma hierarquia destes grupos a partir de sua influência em nossas vidas é muito difícil. Porém esta hierarquia existe, analisá-los é importante e fundamental para avançar na construção e apropriação de nosso conhecimento.

Os grupos que fazem parte de nossa aventura humana moderna e que influenciam nossa identidade é a família, as pessoas presentes no trabalho, na escola, no lazer, na igreja, nos livros que lemos, nos filmes que assistimos, na internet, na condução, enfim... onde quer que seja.... e que exista algum tipo de interação.

O grande desafio que temos, neste momento da história humana, passa pela necessidade de nos apropriarmos, enquanto proletários, dos instrumentos que construimos historicamente, e que sustentam, politica, cultural e economicamente a existência dos grupos humanos ao qual pertencemos, defendemos, construimos e nos formamos, enquanto homens e muheres autônomos, livres e plenos de vida.

Isto significa que a condução dos instrumentos que dão sustentação aos grupos e coletivos humanos devem ser comandados, orientados e mantidos pelos proletários de cada lugar.

O Estado pelo Povo.
O jornal pelos jornalistas.
A igreja pelos fieis.
O governo pelos militantes de política pública.
O poder legislativo pelos legisladores.
O partido político pelos militantes.
A arte pelos artistas.
A familia pelos pais e mães.
A universidade pelos universitários.
A industria pelos industriários.
Os hospitais pelos usuários e profissionais de saúde.
Os bancos pelos bancários.
As empresas de comuicação pelos profissionais de comunicação.
Os blogs pelos blogueiros.
A justiça pelos sedentos de justiça.

Muitas destas necessárias apropriações, pela verdade e pela vida, já ocorrem em vários destes instrumentos. Outras estão em via de serem conquistadas..... nossa revolução está em andamento...

Para avançarmos mais é necessário estabelecer e aprofundar nossa conciência de classe e termos claro que, todos nós partícipes do processo de construção e reconstrução política, econômica e cultural de nosso lugar somos proletários.

E a partir daí nos tornaremos homens e mulheres livres e neste processo estaremos libertando toda a humanidade.

Agora, se você leu este texto até aqui, vai perguntar: o que Natalia Ramos tem a ver com tudo isto?

Na verdade, esta moça linda, uma jovem jornalista, foi violentada em sua identidade profissional que está em desenvolvimento. Ontem (28mai2011), ela participou de um momento histórico da comunidade de Vila Fátima e Parque Buenos Aires, na cidade de Suzano-SP, Brasil. Percebi que ela ficou muito a vontade naquele lugar, e testemunhou um conjunto de fatos importantíssimos para todas aquelas pessoas.









































































Contudo a matéria que foi publicada no jornal que ela trabalha é utilizada para promover a campanha sórdida pelo fechamento da Santa Casa de Suzano.

Este tipo de situação, de violência, contra nossos jovens jornalistas é uma afronta à nossa humanidade e a nossa luta por uma sociedade justa e igualitária.