7 de jan de 2011

Saga maldita do Mogi News: a todo vapor (de novo????)

escola municipal Jardim Santa Inês
O ano é novo, a década é nova, o Brasil recomeça com novas perspectivas, há um otimismo nunca dantes visto em nossa história. A economia vai avançando, a liberdadede de imprensa, não obstante a falta de democracia no setor,  sendo exercitada ao máximo. Velhos problemas, como a miséria, sendo agora enfrentados com muito mais seriedade, eficiência e coordenação. Os aeroportos sobrecarregados com o avanço e o aumento do uso mais amplo deste meio de transporte pela sociedade brasileira: são cento e sessenta milhões de voos. Enfim o ano promete.... contudo algumas coisas parecem que não mudam.... e com certeza, nunca irão mudar. Como diz o Evangelho Cristão, arvore que não dá fruto........

Falo da retomada da saga voraz do jornalismo predador e irresponsável do Jornal Mogi News, através de seu braço podre Diário do Alto Tietê, aqui na região, contra o governo popular de Suzano.

Centro Cultural Jardim Colorado - OP2006
Depois de algum período, que parecia ter diminuido um pouco sua saga voraz, que caminha entre a lama e a extorsão, este veículo desprezível de comunicação, volta, em sua linha editorial, retomar a postura de fazer insinuações, provocações e juizos de modo ilegítimo, iverídico, irreal, contrário ao papel social dos meios de comunicação e contra o direito das pessoas à informação correta, sobre o estado da arte de importantes políticas públicas em andamento na cidade. Desta feita sobre a área de defesa social e de modernização da cidade.

Pelo bem da verdade, pela responsabilidade que cada um de nós temos e devemos ter com relação às coisas que são de todos, e a principal delas, é o olhar e o comprometimento com nossa cidade e nossas comunidades, faço aqui esta reflexão. Vai ajudar, com certeza, nosso conjunto urbano a implementar de modo mais abrangente as soluções para nossos problemas.

Está posto que a política de segurânça e defesa social para ser eficiente deve ser tratada como direitos humanos e ser construida e implementada de modo integral e com foco principal a favor da vida e da paz. Foi-se o tempo do Estado "policialesco" com uma política de segurânça essencialmente patrimonialista, elitista e excludente. Novos conceitos são agora formulados e novas atitudes, na implementação da política, são perseguidas pelas forças progressistas de nossa sociedade e nosso país.

Pavimentação Jardim Itamaracá
A defesa social e a segurânça pública, enquanto polítca pública, para ser eficiente, deve estar integrada com a política de desenvolvimento urbano, de saúde pública, de educação, de esportes, de cultura e principlamente, de segurânça alimentar e de combate a fome.

Colocada em prática a partir de janeiro de 2002 em todo o Brasil, através do Plano Nacional de Segurânça Pública, uma nova política de segurânça e defesa social vem sendo estabelecida nos territórios. Sabemos que temos anos a percorrer para garantir sua total implementação.
Programa Arte na Rua - Galeria a Céu Aberto
Com o advento do Governo Popular de Suzano, no território do município, ações essenciais vem sendo desenvolvidas e projetos implementados. Obstáculos, como a integração das forças de segurânça regionais precisam ainda ser superados, todavia o Governo Municipal criou uma Secretaria de Defesa Social e Prevenção a Violência, estabeleceu um plano de carreira para os trabalhadores, triplicou o efetivo, implementou política de formação e capacitação profissional para o setor. Estabeleceu um ambicioso plano de recuperação e reconstrução da cidade, através da implementação de infraestrutura em mais de 40 bairros da cidade. Estabeleceu e continua avançando em um programa de modernização do parque de iluminação pública de toda a malha urbana. Recuperou e continua avançando na infraestrutura do sistema de saúde e de educação. Enfim... desafios nunca dantes enfrentados, vem agora com muito zelo, cuidado, respeito pela coisa pública sendo desenvolvido....

Daí, vem este jornalzinho descomprometido com a verdade, sem ética e sem zelo, dizer que a solução para segurânça pública no município é a colocação de câmeras nas ruas da área central do município.

Só não vamos rir, porque a questão é muito grave.... mas este pessoal é realmente muito irresponsável e voraz.

Um comentário:

cid cancer disse...

O MogiNews e o DAT - pasquinete de arrabalde do Alto Tietê - só mereceriam críticas se fossem, efetivamente, jornais. Não são. São negócios. E negócios, sabemos todos, têm compromisso apenas com seus interesses ou os interesses de seus "protegidos".

Não perca seu tempo em denunciar o jornalismo que eles praticam, porque aquilo não é jornalismo. Mas não deixe de denunciar sempre os interesses que estão por trás daqueles negócios.

cid cancer
mogi das cruzes/sp