6 de out de 2010

Que Deus, que padres, que Igrejas?

Das coisas mais capazes de construir nossa humanidade e por conseguinte nosssa vida plena, está a vontade. Nada mais pode ir além que isto. Paz na terra e aos homens de boa vontade, este é o grande objetivo que fica. Para que isto se estabeleça, pressupostos, entendimentos e conhecimentos devem ser alcançados. O método e o caminho para consegui-lo é a verdade e a vida.

A verdade e a vida são os elementos essenciais da existência. A segunda é a graça que permite atingir a primeira. O caminho é o instrumento utilizado por nossa razão, sentidos, instintos e movimento para ligar as duas.

Dizer que um processo eleitoral, em um determinado pais, seja essenial para tudo aquilo que é necessário à própria existência é extremante humano. Daí ser preenchido de paixões, anseios, medos, alegrias, letargias, mas valias, amores, odios, devaneios,  fés e utopias.

Nenhum comentário: