5 de set de 2010

Filadelfia Suzano, São Paulo, Brasil

Filadelfia, filme de 1993, de todas suas lições, a mais forte, para mim, é o amor e a convicão que Andrew Beckett (Tom Hanks), 23 anos, tinha pela Lei e pela profissão de Advogado.

Em celebre passagem, durante a sessão no tribunal, ele cravou a seguinte frase: "amo a lei e a operação do direito. Isto permite que possamos fazer justiça. O que raramente acontece. Mas quando acontece é tão bom, tão sublime, que faz tudo valer a pena."



A frase, não traduzida ao pé da letra, é um entendimento que trago para a vida. Mas a vida real vem mostrando que a possibilidade de fazer justiça em uma cidade, em um país ou no mundo pouco depende dos operadores do direito diretamente. Necessita do envolvimento de todos. Também do poder, da política, do debate, do sentido da vida e do sentido da própria criação.

O caso de josé Candido, um negro da periferia da cidade paulista de Suzano, do conservador Estado de São Paulo no Brasil é no mínimo intrigante.

José Candido é deputado estadual, eleito em 2006 para o parlamento paulista, o segundo maior da américa latina, no estado mais rico do Brasil, com um PIB configurado como o segundo maior da América Latina, ficando atrás somente ao da própria federação.

Candido foi vereador por tres mandatos em sua cidade. Época pós ditadura oficial no Brasil. Tempo difícil. Havia muitos poderosos entricheirados no poder político e no poder econômico local e regional. Sua ideologia, de essencia socialista e de prática comunitária herdada de sua experiência nas Ceb`s e das pastorais da Igreja Católica da década de 1980/1990, forjou uma liderânça que nunca se acomodou ao sistema político vigente.

O resultado disto foi o fortalecimento de um agrupamento político na cidade e na região que serviu de base para a constituição do Partido dos Trabalhadores, a partir da década de 1980, na cidade. Durante quase trinta anos sua liderança criou espaço e referência para um número incontável de homens e mulheres, simples como ele, que pelo Brasil a fora, consolidaram a maior força política dos trabalhadores no Brasil e na América Latina. Figuras deste tempo entre os mais e os menos conhecidos são homens e mulheres como Luis Inacio Lula da Silva, Luiza Erundina, Olga Sottili, José Genoino, Patrus Ananias, Ivan Valente, Aloisio Mercadante, Gilson Menezes, Gilney Viana, Lucio Ferreira de Melo, Jesus Paulo Rita, José Maria de Sousa Neto entre muitos outros milhares....

Chama atenção, principalmente pelo método utilizado, o tempo em que a candidatura de josé Candido levou para ser reconhecida plenamente pela justiça eleitoral burguesa. Objeto de denuncia por um vereador, diga se de passagem, um dos mais desqualificados da história do parlamento da cidade, a denuncia vazia recebeu eco em um importante jornal da região. Este jornal, podre por dentro e fedido por fora, cria de tempos em tempos, alcunhas e braços editoriais, mais podres ainda. Este instrumento deplorável de comunicação, espaço de luta política para os setores reacionários da cidade e da região, serviu de espaço e guarida para um modelo de luta política que muito pouco contribui para o fortalecimento da democracia e para o fortalecimento de um ambiente social que venha a refletir e apoderar-se mais profundamente dos fundamentos políticos de nossa sociedade.

Mas como nos ensina Jonathan Demme, a justiça não muitas vezes ocorre no tempo certo, mas quando isto ocorre é tão bom, que faz a vida valer a pena..... vamos a luta.... paz e bem a todos.....

Um comentário:

Emerson disse...

Philadelphia é um filme digníssimo e Tom Hanks entrega um interpretação muito sensível. A canção "Streets of Philadelphia" é maravilhosa *o*.