21 de set de 2010

Mogi News continua atacando luta popular em Suzano

Com um jornalismo que beria o "bandidismo" o Mogi News, mais uma vez, ataca a luta popular que está sendo encaminhada com muita energia em Suzano.

Neste processo eleitoral que tem na candidatura de José Candido a principal força para enfrentar o poder reacionário, ainda existente, na cidade e na região, o Mogi News, através de seu atual braço podre, "Diário do Alto Tietê", em fase final de decomposição por sua autofagia, volta a defecar seu fel no intuito de destruir a liderança histórica de José Candido.

Buscando requentar uma situação antiga que ocorreu no mandato de José Candido quando era vereador, por conta de restituir um recurso que foi creditado indevidamente em sua conta salarial pela administração da câmara à época, fato lamentável, mas que não houve responsabilidade nenhuma por parte de Cândido, o jornalismo inconsequente do Mogi News, a serviço do poder reacionário da cidade e da região se posiciona de modo covarde, buscando se esconder por trás de uma cortina que chama de jornalismo, mas que na verdade é um braço e uma arma da direita que sobrevive em nosso estado através de eficiente mecanismo de blindagem de um tipo de imprensa que sobrevive às custas da extorsão e da lama.

É uma pena que isto aconteça, mas em nossos dias não é mais tão fácil ficar sem receber contrapontos através dos modernos meios de comunicação.  Fica aqui então nosso registro sobre tão irresponsável matéria veículada na edição de 21set2010.

15 de set de 2010

Mercadante é recebido com muito carinho em Suzano

Com muita educação na bagagem a campanha de Aloisio Mercadante torna-se um grande espetáculo pelas ruas centrais da nossa querida Suzano.



10 de set de 2010

Estevam Galvão (PSDB/DEM) mente a eleitores: enganar o povo é o objetivo

A placa da obra indica que o objeto  da mesma é a recuperação e a melhoria da Rodovia Indío Tibiriça.

Porém a reivindicação antiga da população é a duplicação da via. Os investimentos foram mais de 28 milhões, contudo, como a própria placa da obra informa, não houve duplicação da estrada. O que ocorreu foi a separação das pistas por um meio fio central.

Memo assim, em carta enviada aos eleitores de Suzano, o deputado estadual, Estevam Galvão de Oliveira mente de modo extremamente perverso aos eleitores de Suzano. Por ser um deputado estadual, uma autoridade pública, deveria primar pela verdade em suas comunicações eleitorais.

Quando vemos um candidato inexperiente cometendo excessos no processo eleitoral, mesmo sendo algo muito ruim para a democracia, é possível reconsiderar e entender alguns equívocos. A condução do processo político não é algo simples, a sutileza envolvida, as disputas devido à visões de mundo e posições ideológicas muitas vezes opostas, tudo isto cria um ambiente muito difícil na construção do processo político. Contudo, quando temos um político que não tem nenhum escrupulo com relação ao próprio processo democrático e com os cidadãos de uma cidade, tudo fica muito preocupante.

Falo mais especificamente da carta muito mentirosa enviada pelo deputado aos seus supostos eleitores que coloco acima.

Descreverei daqui a pouco uma análise das mentiras descritas. Por hora fica para sua própria análise.
Abração.

Presidente Lula e a Educação - Faculdade Federal em Suzano

Nesta época de eleição, nas ruas de nossas cidades, estamos defedendo um projeto político que está mudando o Brasil e mudando para melhor as cidades que se alinham a este projeto. Hoje são milhões de brasileiros e brasileiras que sairam da linha de pobreza, são milhões de jovens que tem acesso a universidade através do PROUNI. O mundo do trabalho passa por mudanças que vão muito além de nossas capacidades de acompanhar estas alterações apenas com nossas forças técnicas, acadêmicas, profissionais e empresariais.

Hoje ao ouvir mais uma vez nosso presidente foi possível perceber a importância do projeto político "PARA O BRASIL CONTINUAR MUDANDO". Foi durante a inauguração da Faculdade Federal em Suzano, quando milhares de pessoas puderam participar do momento histórico em ter nesta cidade uma faculdade pública. Muitos homens e mulheres em passado recente sequer podiam pensar nesta direção. O mais bacana de tudo isto é o fato de um tema como este ser tratado com tanta naturalidade por Luis Inácio. Ele deixa claro que é inadimissível não haver política pública de educação como prioridade para nossas comunidades, e não consegue entender porque governos que tiveram à frente pessoas com tanta formação acadêmica, sequer construiram uma universide no Brasil.

Realmente hoje foi um dia de muita alegria em Suzano e em nossa região, ficará marcado na mente e no coração de todos que participaram desta celebração os olhares, os sorrisos e as expressões de homens, mulheres, crianças e jovens com a capacidade que podemos ter, de juntos, ter ações inequivocas para O BRASIL CONTINUAR MUDANDO, e mudar sempre do LADO CERTO, DO SEU LADO.

5 de set de 2010

Filadelfia Suzano, São Paulo, Brasil

Filadelfia, filme de 1993, de todas suas lições, a mais forte, para mim, é o amor e a convicão que Andrew Beckett (Tom Hanks), 23 anos, tinha pela Lei e pela profissão de Advogado.

Em celebre passagem, durante a sessão no tribunal, ele cravou a seguinte frase: "amo a lei e a operação do direito. Isto permite que possamos fazer justiça. O que raramente acontece. Mas quando acontece é tão bom, tão sublime, que faz tudo valer a pena."



A frase, não traduzida ao pé da letra, é um entendimento que trago para a vida. Mas a vida real vem mostrando que a possibilidade de fazer justiça em uma cidade, em um país ou no mundo pouco depende dos operadores do direito diretamente. Necessita do envolvimento de todos. Também do poder, da política, do debate, do sentido da vida e do sentido da própria criação.

O caso de josé Candido, um negro da periferia da cidade paulista de Suzano, do conservador Estado de São Paulo no Brasil é no mínimo intrigante.

José Candido é deputado estadual, eleito em 2006 para o parlamento paulista, o segundo maior da américa latina, no estado mais rico do Brasil, com um PIB configurado como o segundo maior da América Latina, ficando atrás somente ao da própria federação.

Candido foi vereador por tres mandatos em sua cidade. Época pós ditadura oficial no Brasil. Tempo difícil. Havia muitos poderosos entricheirados no poder político e no poder econômico local e regional. Sua ideologia, de essencia socialista e de prática comunitária herdada de sua experiência nas Ceb`s e das pastorais da Igreja Católica da década de 1980/1990, forjou uma liderânça que nunca se acomodou ao sistema político vigente.

O resultado disto foi o fortalecimento de um agrupamento político na cidade e na região que serviu de base para a constituição do Partido dos Trabalhadores, a partir da década de 1980, na cidade. Durante quase trinta anos sua liderança criou espaço e referência para um número incontável de homens e mulheres, simples como ele, que pelo Brasil a fora, consolidaram a maior força política dos trabalhadores no Brasil e na América Latina. Figuras deste tempo entre os mais e os menos conhecidos são homens e mulheres como Luis Inacio Lula da Silva, Luiza Erundina, Olga Sottili, José Genoino, Patrus Ananias, Ivan Valente, Aloisio Mercadante, Gilson Menezes, Gilney Viana, Lucio Ferreira de Melo, Jesus Paulo Rita, José Maria de Sousa Neto entre muitos outros milhares....

Chama atenção, principalmente pelo método utilizado, o tempo em que a candidatura de josé Candido levou para ser reconhecida plenamente pela justiça eleitoral burguesa. Objeto de denuncia por um vereador, diga se de passagem, um dos mais desqualificados da história do parlamento da cidade, a denuncia vazia recebeu eco em um importante jornal da região. Este jornal, podre por dentro e fedido por fora, cria de tempos em tempos, alcunhas e braços editoriais, mais podres ainda. Este instrumento deplorável de comunicação, espaço de luta política para os setores reacionários da cidade e da região, serviu de espaço e guarida para um modelo de luta política que muito pouco contribui para o fortalecimento da democracia e para o fortalecimento de um ambiente social que venha a refletir e apoderar-se mais profundamente dos fundamentos políticos de nossa sociedade.

Mas como nos ensina Jonathan Demme, a justiça não muitas vezes ocorre no tempo certo, mas quando isto ocorre é tão bom, que faz a vida valer a pena..... vamos a luta.... paz e bem a todos.....