12 de mai de 2010

A marca Mogi News está totalmente comprometida: crimes e abusos

A marca Mogi News está totalmente comprometida. Os crimes e abusos cometidos pelo empresário e por dois de seus jornalistas na condução desta empresa ficam evidentes e passam a ser investigados pelas forças policiais de nossa região e de nosso estado.

Muitas pessoas não sabem que Mogi News e Diário do Alto Tietê são frutos da mesma árvore. Uma árvore que a muito tempo deixou de ser regada pelas virtudes da ética, do profissionalismo e do interesse público. Passa a ser mais um dos exemplos concretos da sabedoria popular: “o fruto podre dentro da mesma cesta apodrece todos os outros”. Porém fico na dúvida: não sei se o DAT apodreceu o Mogi News ou se a raiz já era deformada criando um ente pior ainda.


Enquanto militante político, assim como muitos, nosso único patrimônio permanente é a própria força de trabalho. Nosso trabalho é estabelecido na capacidade e na vocação política. Para desenvolvê-lo adequadamente o esforço é diário. O sucesso e o resultado de nossa empreitada sempre se dá.

O esforço do militante político cedo ou tarde é reconhecido. Porém, a partir do entendimento que as pessoas possuem sobre nossa ação, o reconhecimento vem bem antes do que a gente espera. Quando isto ocorre nossa responsabilidade aumenta. Cada ação que desenvolvemos tem reflexos importantes e mais imediatos nas relações políticas da cidade. O sistema de produção e reprodução econômica e cultural influenciável e/ou dependente de nossa esfera de ação é também atingido. Nosso esforço permanece para que todo este movimento seja sempre positivo.

Porém quando atores sociais estão em risco, nosso dever é defender, sobre o ponto de vista ao qual fomos comprometidos legalmente. É por demais caro o direito das pessoas e das organizações. As que atuam em nosso território, fazem parte do processo vital de nossa relações humanas, políticas, econômicas, sociais e culturais. Por todos temos cuidados e responsabilidades.

Por conta disto alertamos sobre o desconforto que possam vir a ter ao permitir relação entre suas identidades empresariais com uma organização que caminha entre a “Lama e a Extorsão” na execução de um mal jornalismo.

Não necessitamos ficar respondendo a ataques pessoais e denuncias que ocorrem quando cometemos algum erro, ou quando pensam que cometemos algum. Nossa resposta deve ser dada sempre de modo concreto através do resultado objetivo dos trabalhos e das funções que conduzimos. Ninguém é perfeito. Se houve erro podemos corrigí-lo, se tivermos culpa ou dolo devemos responder por isso.

Tudo faz parte do resultado de nossa ações. Só erra quem tem a ousadia de fazer. Quanto a nós, por competência, zelo, energia para trabalhar, dedicação e cuidado temos consolidado direitos e criado um ambiente social humanizado e conseguido sucesso eficaz que salta aos olhos mesmo daqueles que não acreditam em um governo popular.

Carta enviada para: Caixa Econômica Federal; A. Godoi Imóveis; Cury Empreendimentos; Gênea Administração, Incorporações e participações; J. Bianchi Construtora; Mrv Engenharia; Porto Seguro Seguros; Predial Suzanensse Construções e Imcorporações; e Renovem Empreenimento Imobiliários.

Rosenil Barros Orfão
Seretário de Participação e Descentralização.
Governo Municipal de Suzano.

rosenil.orfao@gamil.com
orfao@terra.com.br

Um comentário:

NAIR disse...

EU SEMPRE TIVE UM ENORME RESPEITO PELO GRUPO MOGI NEWS,E ME SINTO MUITO À VONTADE PRA FALAR POIS SEMPRE EM QUALQUER SITUAÇÃO EU DEFENDO A LIBERDADE DE EXPRESSÃO.O QUE TEM ME DEIXADO ESTARRECIDA É QUE NOS ÚLTIMOS TEMPOS,O DAT,TEM ESQUECIDO O COMPROMISSO E A MISSÃO DOS JORNALISMO QUE É MOSTRAR OS FATOS. PRINCIPALMENTE COM RELAÇÃO A COBERTURA DA GREVE,O DAT ,TOMOU UMA ATITUDE AO MEU VER,VERGONHOSA,PAUTOU-SE UNICA E EXCLUSIVAMENTE NAS DIVERGÊNCIAS POLÍTICAS, NÃO DEMONSTRANDO NENHUM COMPROMISSO COM OS FATOS, (ex:NÚMERO DE GREVISTAS,E QUEM DE FATO ORGANIZOU A GREVE).TAMPOUCO COM O FUNCIONALISMO,QUE BUSCAVA VER EM SUAS PÁGINAS RELATOS REAIS,AINDA QUE DEMOCRATICAMENTE ,EMITISSEM OPINIÃO PRÓPRIA,MAS VER OS FATOS DETURPADOS,E UM JORNAL QUE DEVERIA SER UM VEICULO CONFIÁVEL,FAZER APOLOGIA DE QUEM NUNCA DEFENDEU INTERESSE DO FUNCIONALISMO,FOCANDO 10% DA CATEGORIA EM DETRIMENTO DO RESTANTE FOI DEPRIMENTE.