10 de dez de 2009

Presidente da Câmara, Sr Israel Sampaio, ameaça não votar a Lei Orçamentária

Segundo o jornal Diário de Suzano, em 10dez2009, o Presidente do legislativo suzanensse ameaça não votar a LOA (lei Orçamentária Anual). Caso isto ocorra será muito difícil ao Prefeito governar a cidade e continuar mantendo as políticas públicas.

O argumento usado pelo parlamentar, segundo o jornal, tem haver com os recursos que devem ser destinados ao legislativo. 

Isto não passa de uma desculpa muito mal dada, na verdade é mais uma atitude de falta de respeito deste presidente com os munícipes. Pois os recursos destinados à câmara estão previstos na lei orgânica do município e o legislativo tem condições de efetuar emendas à lei orçamentária e, caso seja necessário, até corrigí-la.

O que ele não diz é a imoralidade existente na cidade onde a câmara em 2009 teve um orçamento de 18 milhões de reais. Queremos saber pra onde vai este dinheiro. Saibam todos que este é, proporcionalmente, o mesmo recurso que a câmara recebia quando existiam 19 vereadores na cidade, hoje são apenas 14 e o recurso destinado à câmara nunca diminuiu.

Com a metade deste recurso daria para efetuar a manutenção de todas as ruas da cidade. Tapar  todos os buracos e ainda manter um legislativo muito mais eficiente. 

Damos parabéns aos vereadores Quitéria, Luizinho, Derli, Alonso, Fadul e Dr Valmir. Eles tem demonstrado muito interesse para termos um governo cada vez melhor . Devem sofrer muito com a administração da câmara, feita pela mesa diretora. Pois são minoria na casa e são obrigados a engolir muitos absurdos  que por lá acontecem, como por exemplo o gasto de mais de um milhão e meio de reais com publicidade.

2 comentários:

nell disse...

A Câmara gasta mais de um milhão com publicidade?
nossa que horror...
e o Executivo quanto gasta???
de quanto é contrato do Executivo com o DS ??(tem um contraro???)
Os vereadores da base governista sofrem com a admistração da câmara???
e o sr. nem imagina o quanto nós educadores da rede municipal sofremos com a péssima gestão da educação nesse governo.
Todo ano a mesma coisa: o material que não entregam no início do ano (temos que tirar dinheiro de nosso bolso para comprar sulfite; lápis de cor; giz de cera; tintas e etc.);
falta de uma diretriz pedagógica; diretores comissionados (ninguém aguenta mais); muitos deles não entendem de educação infantil e nem de gerir uma escola.
Indicação politica para o cargo - boa parte pela vereadora Quitéria, dizem.
E quando tem algum assunto a ser votado na câmara referente ao executivo eles são chamados pela S.M.E para lá irem defender o prefeito. Uma atitude horrivel desse governo!!!
Isso sem falar na merendo horrorosa que servem às crianças; E o dinheiro da merenda sendo devolvido- por dois anos - por não utilizarem.
Como o sr. vê senhor secretário, não são so os vereadores que sofrem, não...
Nós educadores de suzano, sofremos muito.

Rosenil disse...

Nell... você está muito brava com o governo.. não concordo com esta sua crîtica, mas respeito.

Vou fazer o seguinte, vou verificar quanto o governo gasta com os contratos de publicidade e te falo, ou melhor, vou colocar um tema no blog tratando deste assunto.

Quanto à Política de Educação você não pode ser injusta. Sabemos que esta área é prioritária para o município e infelizmente foi durante muito tempo desconsiderada, talvez por isso tenhamos tantos desafios para superar, mas de qualquer modo vale a pena lembrar que, de 2005 para cá, passos importante foram dados, vamos ver alguns:

1 Implementação dos conselhos gestores em todas as escolas, é lógico que os conselhos não nascem completos, tem um processo de maturação, mas de qualquer modo, está implantado e trata-se, em minha opinião da maior obra na área da educação desse governo.
2 Implementação do PAP, Programa de Acesso e Permanência de crianças na escola. Trata-se de algo muito mais que garantir o uniforme escolar, o material escolar, o transporte escolar e a alimentação escolar de qualidade. Esta política é um eficiente instrumento de combate a pobreza. Voce sabia que 48% das fameilias de nossa cidade possuem uma renda familiar de até dois salários mínimos. O fato do governo investir no uniforme, no material e na alimentação escolar tem impacto direto na renda destas famílias.
3 A construção e reforma de escolas. Infelizmente o nosso município, em pleno século XXI ainda tinha escolas de madeira, além dos recursos da educação, historicamente, não terem sido investidos corretamente. Você sabia que o "esqueletão" lá no parque Max Feffer foi atribuido pela política do governo anterior, como obra da educação, e também o paço municipal. É interessante que as contas do governo anterior foram todas elas aprovadas pelo TC e pela câmara.
4 Em 2005 a cidade tinha apenas 2 creches municipais, hoje são treze creches municipais, além do processo de aperfeiçoamento do credenciamento das creches comunitárias. isto tudo sem falar das Universidades e das escolas técnicas.

Enfim, quero aqui respeitar as críticas, mas não podemos deixar de fazer o debate correto. Tenho certeza que se a câmara municipal investisse parte dos seus 18 milhões de reais para ajudar na construção de um amplo projeto de reforma administraiva a história seria outra. Mas infelizmente não temos casa legislativa em Suzano que pense grande. O que temos é um conjunto de vereadores que se entricheiram em sua maioria para enganar o povo e atrapalhar o executivo.

Um abraço.
Rosenil